quinta-feira, 17 de junho de 2010

A Nintendo acomodou-se, de novo?



" LOS ANGELES - A Nintendo está confiante de que sei videogame Wii está à altura da concorrência da Microsoft e da Sony e afirmou que não se sente pressionada a reinventar seu console, pioneiro no setor de jogos com sensor de movimento. "

Fonte: Info (ler matéria)

É uma estratégia muito perigosa essa da nintendo, ela fez algo parecido no final da década de 1990 e quase saiu do mercado por causa disso.

No ano 1999 a nintendo estava na liderança absoluta, a Sega estava agonizando com o Dreascast e até então, ela não via o Playstation como uma ameça, e tocou o projeto do Game Cube sem nenhuma alteração significativa em relação ao Nintendo 64, o resultado todo mundo sabe, o Playstation tomou a liderança do mercado de consoles, a xbox ficou como uma grande alternativa e a Nintendo teve que pastar quase 9 anos para retomar uma posição de prestigio.


Parece que está acontecendo de novo, se essa informação for realmente verdadeira e a Nintendo não vem desenvolvendo uma nova geração de console, pode sim ser novamente superada.


A Sony e a Microsoft igualou o jogo técnico dos consoles, e nas futuras gerações do PS e do Xbox, essas tecnologias serão nativas, se nada for feito, senão houver um diferencial, vai sofrer.


Espero que não, afinal, a Nintendo é a única dessas empresas com experiência secular em games, deveria ter aprendido com seus erros do passado. Se ela não quer acabar como a Sega, é bom arregaçar as mangas :P

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.