quinta-feira, 30 de junho de 2011

0 comentários

A web sob ataque ...



" Os sites da Faculdade de Comunicação (FAC) e do Campus Online da Universidade de Brasília (UnB) foram atacados por hackers nesta quarta-feira. As páginas foram tiradas do ar por volta das 11h. A universidade não tem previsão de quando os sites poderão voltar ao ar. (...)"

Fonte: Terra Tecnologia (ler matéria na íntegra)

O que eu mais gosto quando ocorre esses "arrastões" virtuais é maneira com a imprensa divulga o ocorrido. Tentando simplificar o máximo, acaba rotulando tudo de maneira genérica, o que é ruim.

#recaída política on#


Muito jornalistas e moralistas gritaram quando o Ministro Mercadante disse que vai convidar hackers para aprimorar a segurança. Depois, o próprio ministro teve que explicar os termos, que hacker é diferente de cracker ... puxa, será que a própria imprensa não poderia ter interpretado isso? Dificil, nossa imprensa além de ser muito maniqueísta e manipulativa, ela é partidária. Veja, o Serra quando era governador traiu a nação e a imprensa simplesmente cala :P

#recaída politica off#

Voltando ao assunto: Estes ataques vão ficar mais frequentes, os crimes virtuais vão aumentar bastante, e as empresas e usuários vão ter que dobrar a segurança. Isto é óbvio. É neste sentido que temos que pressionar e educar o pessoal, por que não é só os usuários que tem preguiça de atualizar. Profissionais de TI e empresas também são negligentes. Duvida?


O que você lerá a seguir não é baseado em fatos reais, SÃO FATO REAIS :P


"Relato 1 (
O Relato a seguir aconteceu a 2 meses atrás:):

Estava eu conversando com um sysadmin de uma empresa de médio porte, conversa vai, conversa vem, a apache lança um patcher de segurança. Negócio brilha na tela do server: Update Critical. E então eu pergunto:


- E ae? Vai aplicar este patch no sábado ou depois do expediente?


E a resposta foi assombrosa:


- Que nada. Isto só dificulta meu trabalho. Tenho que reiniciar o server. Deixa pra lá


Relato 2 (Aconteceu um pouco depois da situação acima) :


Estava eu conversando com amigo meu via msn, dono de um site de games, que hospeda o mesmo num servidor de seu amigo, que provavelmente tem outros sites no mesmo no server, e digo:


- Puxa, o pessoal está lançando patcher de segurança. Será que o servidor de seu site já está atualizado?


Ele me responde
:

- Não sei!


Então eu ensino ele a ver a versão do server. Era a mesma versão do Apache com problema, então eu digo:

- Esta versão está com problema. Pede para seu amigo atualizar, pode evitar invasão no futuro!

E a resposta:


- Não vou importuna-lo com isto.


MAS COMO? Putz, quando componentes de software de servidores imploram por atualização, não é algo a ser ignorado, muito pelo contrário, deve ser levado a sério. Se fosse um usuário leigo que fica incomodado com avisos do Windows Update e o fecha, até que vai. Mas profissionais de TI? Fiquei muito decepcionado, depois que este tipo de profissional é demitido ou perde todos os dados, não sabe o por que isto aconteceu!


E é em mãos assim que pode estar em seus dados!! Tenho outras histórias assim, de negligência. E isto é rotina. Infelizmente.


Por isso, faça sua parte. É bom esses arrastões virtuais aconteça, para que as pessoas se toquem e passem a pensar mais no assunto. Será que todas estas invasões são culpa apenas de bugs em software? Claro que não! Tem falha humana, e que falha :P


PS: Este post foi um desabafo. Quanto ao numero de posts elevados de hj (3 posts), deve-se pq eu não consegui concluir os dois últimos ontem. Ô semana corrida :P

0 comentários

MySpace: Uma rede social que é puro marketing!



" São Paulo – O Myspace foi vendido ao grupo de publicidade online Specific Media por US$ 35 milhões, afirmam diversos veículos internacionais, entre os quais o Wall Street Journal e Business Insider. "

Fonte: Info (ler matéria na íntegra)

O MySpace é a prova viva (ou morta) que a internet não é como outras mídias, como o rádio e a TV. Não adianta ter apenas marketing senão tiver um minimo de conteúdo e de usabilidade e utilidade. ( O Google que o diga, com o buzz e o wave).

Minha investidas no myspace durou muito pouco. Em 2006 eu me cadastrei e não vi nada demais. Algo entre o orkut e o facebook, só que muito mais tosco. Para não ficar sozinho, cheguei a convidar 5 pessoas, e elas próprias não aguentaram 1 mês, 3 excluíram o perfil e os dois que restaram o abandonou. Três meses depois, eu também exclui minha conta no myspace. E nunca mais voltei :P


E parece que o pessoal fez o mesmo que eu, cadastrou, usou, e não viu nada de novo (ou que prestasse), e simplesmente o abandonou.


A Fox de seu Murdoch lascou-se, um FAIL sem tamanha: Comprou por quase 600 milhões de vendeu por 35 milhões, somando os custos operacionais nestes quase 7 anos, foi um baita prejuízo. Viu, é isto que dá tratar a internet como se fosse a TV. Um produto qualquer até pode funcionar, mas quando trata de tecnologia, o usuário sabe bem o que gosta e o que não gosta, e não adianta clonar ou criar algo muito delirante.


Bom, para mim o myspace não tem salvação. Ficará mais 2 anos aí sendo moeda de troca para o capital especulativo até que alguém desista e apague as luzes. Fica lição para os nossos barões da comunicação :P

0 comentários

Vem aí: Google Plus! o nome é idiota, será que a ideia também não é?



" São Paulo - O Google anunciou há pouco por meio de um hotsite o projeto para sua nova rede social, por enquanto chamada Projeto Google+ (lembram-se do botão +1 ?).

A apresentação começa criticando indiretamente o modelo de compartilhamento do Facebook. “Nem todos os relacionamentos são criados igualmente. Compartilhamos uma coisa com um colega de trabalho, outra com nossos pais e quase nada com nosso chefe. O problema é que os serviços on-line de hoje transformam amizades em fast food: embrulhando todo mundo com a embalagem ‘amigos’”, afirma o texto. (...) "


Fonte: Info (ler matéria na íntegra)

Lembra que falamos do Circles? O mesmo era na verdade um componente deste plano maior do Google, que recebeu o nome + (Plus em inglês). O nome é idiota, mas convenhamos, todo nome de rede social é idiota, então neste quesito, a mais nova arma de dominação mundial começou bem.

E a ideia por trás do gPlus? é idiota? Alguns dizem que sim, outros dizem que não, fica difícil julgar sem ter usado, então, enquanto eu não conseguir usar o gPlus, ficarei neutro sobre este assunto.


Depois do orkut,Buzz,wave e +1, também fica difícil elogiar o google. É a quinta tentativa. Estão seguindo o velho mantra do "água mole, pedra dura, tanto bate até que fura". Perseverança é fundamental, mas sucessivos fracasso sempre arranha a imagem da empresa, deixando-a com estigma que a criatividade acabou! E convenhamos, faz tempo que não tem uma ideia nova vinda do google.


Mas uma coisa me chamou a atenção: o componente Circles, na verdade é a virtualização das panelinhas. Muitos podem ter não gostado disso, mas usando a lógica, tem tudo para dar certo. Você pode não gostar, mas depois da família, o ser humano sempre irá organizar-se em "panelas". Sempre! Talvez este seja o trunfo que o google tanto procurou contra o facebook. Será que eles encontraram?

PS: Alguém tem um convite do gPlus sobrando ae? Se tiver, contate-nos. Prometo fazer um especial sobre a nova rede! :D

segunda-feira, 20 de junho de 2011

0 comentários

A ICANN finalmente está saindo da idade da pedra ...



" As companhias, cidades e organizações poderão registrar seus próprios domínios genéricos, após a decisão adotada nesta segunda-feira pela Corporação da Internet para Atribuição de Nomes e Números (ICANN, da sigla em inglês).


A iniciativa, considerada o maior marco nos 40 anos da história da internet, foi anunciada pela ICANN mediante um comunicado emitido ao fim da reunião que seu conselho de administração manteve em Cingapura. (...) "


Fonte: Terra Tecnologia (ler matéria na íntegra)

A frase acima em negrito justifica bem o titulo do post. Só deixo a pergunta, por que demorou tanto tempo?

Depois da justa regulamentação dos sites pornôs, finalmente uma ideia que tem tudo para fazer sucesso!


Mais cedo ou mais tarde, esta alteração nos domínios genérico de topo seria inevitável. Pensa bem, a nomenclatura atual não faz mais sentido. Por exemplo, endereços ".com" era para serem em sites comerciais, ".net" para provedores, ".org" para organizações e etc ... o nosso endereço é ".net" e nós não somos provedores.


Aqui no Brasil o registro.br criou um monte de domínios para diversos campos de atuação a fim de manter esta lógica, mais não funcionou. Ver link com endereços ".eti.br" ou "adv.br" é coisa rara.


O preço inicial é salgado, não é qualquer um que pode comprar, mais os primeiros domínios abertos em 1985 também custavam o olho da cara. Com o tempo irá popularizar-se. Então, no dia que tiver barato, teremos um endereço: blog.caspervox :D


Mas a tendência é o negocio ficar cada vez mais simplificado, com o tempo, o subdomínios destes domínios personalizados tendem a desaparecer, ou seja, ao invés de digitar blog.caspervox, é só mandar um caspervox/ no browser para o negócio funcionar. Só espero que a ICANN não leve mais 25 anos para aprovar essa ideia :D

quarta-feira, 15 de junho de 2011

1 comentários

Google, hospedagem, pequeno empresário e outros segmentos não explorados no Brasil.


Agora você terá milhares de sites com prédio azul e engravatados rindo* rsss

" São Paulo – De olho em mais de 5 milhões de pequenos empresários, o Google criou o Conecte Seu Negócio. O programa vai oferecer privilégios a micro e pequenas empresas para que elas tenham presença online. Hospedagem e domínios gratuitos fazem parte do projeto. (...) "


Fonte: Info (ler matéria na íntegra)

Uma ótima iniciativa do Google e do Sebrae. O micro/pequeno empresário é uma pessoa física com CNPJ, por incrível que pareça, não é assim que as pessoas e o mercado as veem, acham que empresa é sempre algo grande, que dá muito dinheiro, que dá muita fama, glamour e etc.

Com iniciativas do governo de criar tipos específicos de pequenas empresas, hoje muitos trabalhadores autônomos estão regularizando sua situação e pagando impostos muito mais baixos. E a oferta de crédito e até de instrução de novos empreendedores está razoável. A parte que o Governo tinha que fazer, já fez. Tá na hora das pessoas e do mercado fazer a parte dele!


R$ 29,90 por ano, para uma micro empresa ter seu espaço próprio na web, é um bom negócio. Eu só me pergunto por que foi preciso que gigantes multinacionais, que a principio são concorrentes das pequenas empresas, tomarem a iniciativa de criar um serviço, que logicamente vai trazer muitos e muitos lucros?


Poxa, temos tantas grandes empresas no seguimento de hospedagem e nenhuma pensou nisso? A maioria das microempresas não precisa de hospedagens com ultra recursos, são sites simples, e a o microempresário se for vender pelo site, a empresa de hospedagem poderia cobrar um pouquinho a mais para uma loja virtual pronta, onde cara só mudava o logo, e colocava os produtos e começava a vender.


Falta de visão. Essa parceria do Google com o Sebrae agora vai fornecer esse e outros serviços, e as empresas de hospedagens, vão perder clientes para o Google.


Eu fico imaginando, os grandes empresários brasileiros, perdem muitas oportunidades. E não me venham com a desculpa que é por causa do impostos, ou você acha que o Google, a HP, o Sebrae e os pequenos empresários não vão pagar impostos? Vão, e vai ser proporcionalmente igual ao que o grande empresário poderia ganhar. O empresário brasileiro é muito conservador! Precisamos de pessoas um pouco mais liberais e realmente empreendedoras. Quando você entra no mundo dos negócios, você pode perder tudo e falir, mas também pode ficar muito rico.


Um dos poucos empresários Brasileiros que tem essa característica é o Sílvio Santos, e acho que se o Brasil tivesse outros grandes empresários como o Sílvio, teríamos um mercado muito mais rico em serviços (o Sílvio quase faliu com o PanAmericano, mas pelo menos, arriscou. Se tivesse dado certo, estaria muito mais rico!).


E sem dizer que existes médios e grandes empresários que simplesmente odeiam o Brasil e fazem de tudo para nada dar certo (principalmente no seguimentos de Agricultura e de Comunicações). E isso é triste.


Força ao pequenos empresários, e que quando chegarem ao topo, pense um pouco de quando você era pequeno. Não precisa ser bonzinho, afinal, é um concorrente. Mas crie serviços para os pequenos empresários, e você não vai arrepender-se. É um seguimento que tem um potencial crescimento, só depende do próprio mercado!


* Já visitei inúmeros sites de pequenas e médias empresas, e todas elas são padronizadas. Sempre com foto de modelos engravatados em polpudas salas de reuniões com computadores, prédios azuis para tudo quanto é lado. Webdesigners: Sejam mais criativos ;D

segunda-feira, 13 de junho de 2011

2 comentários

[dica] Livre-se dos links protegidos com o Desprotetor de Links 1.2.4 para Firefox e Chrome!



Uma extensão muito útil :D

Nosso grande amigo e visitante Miles "Dav" Prower postou em seu canal no youtube uma dica que ajudará muita gente. Trata-se de uma extensão chamada "Desprotetor de Links" para Firefox e Chrome.

Ela elimina aquela tela de cadastro dos protetores de link e lhe redireciona automaticamente para o link de download. Assim você salva seu celular de um monte de spam e cobranças indevidas. :D


O mesmo é muito simples de usar, sempre que a página de protetor de link for aberta, basta você clicar no botão de desbloqueio e que em poucos segundos, o link real de download e carregado sem precisar fazer cadastro. Caso não funcione, é só reportar para o site mantedor da extensão que eles arrumaram um jeito de desbloquear o link.


Veja o Vídeo de demonstração feito pelo Miles:



O site oficial da extensão é desprotetordelinks.com

Para instalar no Mozilla Firefox, clique aqui.

sexta-feira, 10 de junho de 2011

0 comentários

A industria de games continua inovando ...


A E3 não foi decepcionante :D

"A feira Electronic Entertainment Expo (E3) de Los Angeles, reunião anual mais importante do setor de games, fechou na última quinta-feira (9) suas portas, após uma edição marcada pelas campanhas da Nintendo, Sony e Microsoft para convencer os jogadores a incorporarem seus sensores de movimento. (...)"


Fonte: Folha (ler matéria na íntegra)

O saldo da E3 2011 foi positivo, depois de dois anos sem novidades no setor de games (tirando o Kinect), o que foi apresentado nesta E3 trouxe aquele clima de suspense. E agora, como a Sony e a Microsoft vão responder ao Wii U?

O novo Wii U (que nome esquisito!! se fosse Revollution Returns ficaria melhor :D) trouxe um upgrade no hardware, o que iguala ao PS3 e XBox 360 e o novo controle, alias, uma cria de joypad com tablet, que é bem interessante.


Quem pegou controle do Wii U diz que o mesmo é extremamente leve, resitente e confortável, apesar do mesmo parecer pesado e frágil. É um conceito novo, você jogar com duas telas, não sei se todos os games vão conseguir adaptar-se bem nesse novo conceito, porém a ideia parece ser promissora.


Também vi uma coisa legal, que é uma TV 3D da Sony (feita para playstation) que exibe duas telas diferentes em modo 2 Players. Isso é algo sonhado pelos gamers desde sempre. Imaginou um Mario Kart, um RPG ou mesmo um PES ou FIFA nessa tecnologia? Algo muito promissor.


Os trailers de games que eu assisti são bacanas, mas nenhum deles me entusiasmou. Na parte de enredo, a industria de jogos sofre do mesmo mal que a industria cinematográfica: Padece de boas histórias. Todos os games tecnicamente falando são impecáveis. Jogabilidade ótima, computação gráfica impecável mas os enredos parecem não fazer jus a tecnologia, são muito previsíveis. E a maioria são continuações.

Não vi nenhum substituto de Mario, Sonic ou Megamen. Posso estar enganado, afinal de contas, sou de uma geração onde o game precisava ter um enredo muito bem elaborado, por que não havia toda essa tecnologia que temos hoje ;D


Se estas novidades vão fazer sucesso, é outros quinhentos, afinal de contas, a E3 já foi palco de lançamentos de verdadeiros fracassos, com o Apple Pippin e pelo Virtual Boy, da própria nintendo :P


O bom de tudo isso é ver que o setor continua aquecido, concorrido e sempre trazendo novidades, mesmo que depois algumas ideias não vinguem, é bom saber que a criatividade no setor de games, continua viva! É isso que importa!!

terça-feira, 7 de junho de 2011

0 comentários

A Apple e seu update anual ...


A Apple está nas nuvens ...

" São Paulo – Durante evento para desenvolvedores a Apple apresentou suas novidades para 2011, entre elas o novo sistema móvel iOS 5, o sistema para Macs, o OS Lion, e o serviço de armazenamento baseado nas nuvens, iCloud. (...) "


Fonte: Info (ler matéria na íntegra)

Surpreendente? Revolucionário? Novo marco na história da humanidade? Não. Apesar da Apple ser especialista nisto, em transformar um evento anual de lançamento, que toda empresa tem, em algo que faz o mundo parar, o que se viu na WWDC deste ano não tem nada de surpreendente, nada de revolucionário, alias, tudo foi muito, mais muito previsível.

Minha opinião sobre tudo que foi apresentado ontem na WWDC? Simples, apenas um update! Foi isso que Apple apresentou ontem, um update. Seguindo a tendência da computação móvel e na nuvem, o OS e iOS ganharam atualizações que estão ou estarão presente nos seus concorrentes nos próximos 12 meses.


Quem ganha com isso é o usuário da Apple. Com software mais poderoso, terá mais ferramentas disponíveis para tirar todo o proveito de seu hardware. Algo positivo e bom para Apple, que está usando com sucesso o iPhone como porta de entrada para sua linha.


Agora, não se engane: Não é por que não ouve inovação e revolução que significa fracasso imediato de tudo o que foi apresentado, pelo contrário, tudo isso apresentado tem grandes chances de fazer sucesso e trazer muitos bilhões de dólares de lucro para Tio Jobs e seus pupilos.

Bom, vamos esperar novidades "revolucionárias" na E3, dizem que vão apresentar o novo Wii. Apesar de cético, espero que nos corredores da E3 tenha novidades mais estasiantes do que foi apresentado ontem. Espero mesmo ;D

PS: Antes que iniciem a trolagem de cada dia (que será excluída como sempre), leiam esse post do Pedro Burgos do Gizmodo: Fanboys, o que vocês ganham brigando? É uma excelente e completa síntese do que eu penso e já escrevi nessa épica crônica sobre a trolagem na web (Considero épico, por que quem leu e me conhece pessoalmente sempre pensou no assunto e expôs o seu ponto de vista sobre o assunto. Uma pena que falam apenas para mim ao invés de também deixarem um comentário no post :P )
0 comentários

O Romantismo da cultura hacker morreu!


A cultura hacker, assim como os GIFs animados, já são coisas do passado ...

" Uma reportagem do jornal britânico “The Guardian” afirma que um em cada quatro hackers norte-americanos trabalha como informante para o FBI (polícia federal dos EUA). "


Fonte: G1 (ler matéria na íntegra)

Existiu uma época que ser Hacker era legal, pelo menos no meio Nerd/Geek lá nos distantes anos 1990. A parada era tão maneira, que fizerem um filmes sobre hackers com a Angelina Jolie (o filme era ruim, a Angelina salvou o filme, literalmente :D ). Sem dizer de outros grandes sucessos do cinema, onde os hackers eram respeitados (Matrix é o auge dessa era).

Foi dessa época romântica dos hackers que surgiram o Linux, o Mozilla (hoje Firefox) e até mesmo o Google, o Facebook, onde sempre tiveram em seus quadros hackers consagrados, não como vilões, mas como mocinhos, verdadeiros profissionais e cientistas, que por vez ou outra hackeavam apenas para divertir-se, o famoso hacker de chapéu de branco.


Isso acabou. Se 25% dos hackers são informantes, mais da metade hoje em dia são simplesmente criminosos e outra parte são agentes governamentais e de empresas. Aquela cultura hacker, underground, romântica, forever alone que permeava os hacker, acabou. Para nossa tristeza.


Podia até ser um esteriótipo, mas era um esteriótipo legal, ser chamado de hacker não era ofensa, as pessoas encaravam como um elogio. Até hoje, muita gente ainda usa o termo como elogio, mas não tem mais aquele apelo, se você ficar por aí falando que é hacker, vai produzir o efeito contrário.


Bom, fica a nostalgia. Hacker hoje, é sinônimo de bandido, um triste fim para um termo tão legal :P

quarta-feira, 1 de junho de 2011

0 comentários

Zeebo já tinha morrido, só tinham esquecido de enterrar ...



" O console Zeebo não sobreviveu à forte competição no mercado nacional de videogames e não será mais comercializado no Brasil. (...) "


O Zeebo se despede de forma melancólica, e como sempre acontece quando um projeto de tecnologia nacional morre, deixa um monte de gente desapontada, acreditando que esse país não tem jeito mesmo :P

O problema do zeebo não é por que o mesmo é brasileiro, o problema é que ele já nasceu tecnologicamente ultrapassado e ideologicamente avançado para o mercado atual de games.


O Zeebo seria um ótimo concorrente do Nintendo 64 ou do Dreamcast,
pois tecnicamente falando ambos são equivalentes, para quem viu o Zeebo funcionar (eu vi algumas vezes em vitrines), sabe que jamais jogos top do ano de 2008 (ano que foi lançado o zeebo) conseguiria rodar naquele sistema, sem dizer que o mesmo só usa controle clássico, um limite superado, já que o Wii e então o Projeto Natal (Kinect) na época já estava rompendo.

Por fim, ele tem um conceito que só agora está engatinhando, que é o não uso da mídia física. Só agora os consoles mais badalados tem lojas de games online competentes, e apesar de todos os problemas que algumas delas ainda enfrentam, o mercado de games ainda não está preparado para matar de vez a mídia física.


Só deixo a mensagem. Não vamos desistir. Espero que em breve inicie um novo empreendimento nacional nesse setor de games, pois no dia que esse setor decolar no Brasil, não só teremos um console com tecnologia tupiniquim, mas teremos preços melhores, afinal, estaremos produzindo tecnologia ao invés de apenas importar.


Que o Zeebo descanse em paz!