domingo, 30 de outubro de 2005

0 comentários

El mesalon 3, o império contra ataca ...

Lideranças da oposição ao governo prometem acirrar a disputa contra o PT e acionar o Ministério Público, a Justiça Eleitoral e a CPI dos Bingos com respeito à denúncia de que a campanha que elegeu Luiz Inácio Lula da Silva presidente recebeu recursos de Cuba. Para isso, advertem para a possibilidade de cassação do registro do PT e para a decorrente impossibilidade de eleição de qualquer petista em 2006, no caso de a acusação ser verdadeira. O líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM), disse que a oposição convocará os citados na reportagem da revista "Veja" para depor na CPI dos Bingos.

Fonte: Folha online (ler matéria na integra)


Mais uma denúncia, agora foi Tio Fidel que deu alguns para o PT na campanha do lula, bom, nesta acusação eu acredito que ela seja verdadeira. Por quê vc deve está perguntando?

Pelo simples fato do governo Lula ter sido muito generoso com o regime socialista de Fidel, o governo quebrou o enbargo que já durava 30 anos, abriu subsidiárias da Petrobrás e Eletrobrás em havana, fez emprestimos e defende indiretamente Cuba na OEA, que a mesma está suspensa atualmente da organização.
Se isto for realmente verdadeiro, é sim uma denúncia grave não só pro PT, mas para a frágil soberania brasileira, e se os americanos tb financiarem a campanha do PSDB em 2006 (se já não está financiando), já imaginou o que o Tio Bush não irá querer em troca?

O PT como partido politico já morreu faz tempo, só falta enterrar, ganhar eleições, apenas em ambito regional, e olha lá!

PS.: Alterei o tema e adicionei uma seção dos melhores posts,que são aqueles posts no qual recebi comentários por email, já que o MSN Spaces só permite comentários nos posts pra quem tem conta.

domingo, 23 de outubro de 2005

0 comentários

Tinhamos a chance ... será que a disperdiçamos?

"Nesse segmento, conseguiram seduzir parcela, se minoritária, representativa e influente dos que se ocupam do trabalho intelectual --jornalistas, acadêmicos e profissionais com acesso aos meios de comunicação de massa em geral. De repente, tornou-se "in" apertar a tecla 1 e registrar o voto "não". A identificação da opção pela proibição a uma bandeira do governo Lula da Silva certamente contribuiu para essa migração. A tendência valeu a despeito de a frente favorável ao "sim", na realidade, ter extrapolado de muito essa conexão, envolvendo forças identificadas com diversos partidos políticos, entre eles muitos tucanos, para citar o maior pólo de oposição a Lula. A confusão conceitual e ideológica provocada pelo decaimento das expectativas acerca do petismo e do lulismo --não são poucos os profissionais do intelecto que passam por uma profunda crise de identidade-- encontrou seu primeiro grande campo de provas. E alguns que antes não hesitariam em endossar a proibição do comércio armamentício tornaram-se defensores, ainda que céticos, da opção oposta. Afigurava-se, afinal, uma oportunidade de dar uma lição exemplar no governismo decaído."

Fonte: Folha online (
ler artigo na integra)

Depois de reletir muito sobre está questão do referendo, cheguei a uma conclusão sobre isto que é: Foi inutil a realização deste referendo!
Eu não mudei de opinião,votei no SIM, mas vejo que a maioria das pessoas se deixaram levar pelo rancor que tem pelo governo, pelo seus problemas pessoais, e só por isso votaram Não.
Só que está questão não está ligada ao meu problema ou problema do governo, está questão diz respeito a uma herança para a posteridade. É triste saber que infelizmente as pessoas estão apenas levando em conta a situação atual, que votou Não é por não pensou grande no futuro, enfim, foram manipulados pelo lobby. Se vc ler a matéria, irá ver que o colunista percebeu isto, quando ele começa a dizer "...amalgamou o individualismo radical...".
Ainda é dia 23, não tenho certeza, mas acho que o Lobby ganhou.

É, se o "Não" vencer, vejo que nós brasileiros ainda somos que nem o povo iraquiano, um povo cego que não que se respomsabilizar por nada. Enquanto todos nós não admitimos que temos uma parcela de culpa pela situação atual do país, ninguem irá pra frente!

segunda-feira, 17 de outubro de 2005

0 comentários

O Brasil vai pro espaço, literalmente ...

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva começa amanhã sua primeira visita oficial à Rússia, onde impulsionará a assinatura de um contrato que permitirá o envio de um astronauta brasileiro ao espaço. "Damos muita importância a nossas relações com o Brasil, que alcançaram novos níveis desde que Lula chegou ao poder", afirmou o chanceler russo, Serguei Lavrov, às vésperas da visita do presidente brasileiro."

Fonte: Folha online (ler matéria na integra)


O Lula não precisava pagar pros Russos para mandar um único brasileiro ao espaço, se a politica econômica for mantida, se o país continuar afundado neste mar de corrupção, se a nossa natureza não for preservada e se a sociedade continuar neste caos, em breve, não só o Brasil mas o mundo inteiro vai ter que ir pro espaço, pois na Terra destruída não vai poder ficar.

É bacana ter um astronauta brasileiro, mas existe milhões de problemas aqui que o nosso presidente deveria resolver primeiro antes de sair pagando, tá que o brasil ajudou a construir a estação internacional, mas deixe para mandar o astrounauta num voô fretado num dos ônibus espaciais americanos, no qual eles sempre levam astronautas de todos os lugares, na ultima mandaram japoneses, chineses, israelenses e europeus numa unica viagem, todo mundo sabe que é mais barato andar de onibus do que de taxi.

domingo, 9 de outubro de 2005

0 comentários

"times money", é o novo slogan da industria de armas brasileira ...

"O referendo do dia 23 de outubro acentuará uma tendência da indústria bélica brasileira caso a proibição de armas seja aprovada: o foco no mercado externo. O país tem hoje cinco grandes empresas que produzem armas e munições --Forjas Taurus, Imbel, CBC, ER Amantino e Amadeo Rossi, que exportam em média de 70% a 95% de sua produção. A concentração de atividades voltadas para o mercado externo se tornou um caminho natural para este mercado desde que o Estatuto do Desarmamento entrou em vigor, em 23 de dezembro de 2003, e impôs uma série de restrições ao porte de armas. Entre as empresas que atuam no país, a Taurus poderia ser a mais afetada pela proibição do comércio de armas. Segundo o diretor vice-presidente sênior da Taurus, Luis Fernando Estima, a fábrica de armas leves em Porto Alegre detém 85% do mercado de armamentos. Além da fábrica na capital gaúcha, a empresa possui unidades em São Leopoldo, Mandirituba, Gravataí e Miami.

Fonte: Folha online (ler matéria na integra)

Vejam, eles não se importam nenhum pouco com a "Sua segurança" ou com "Seus direitos de cidadão". Eles só querem vender, vender e vender, e lucrar com morte. Eles estão induzindo a cabeça de muitas pessoas com está lorota de perda de direitos (campanha do não - lob das armas).Não se engane, não existe aquele ditado que diz: "quem não arrisca, não petisca", então, vamos "arriscar" no SIM, não vamos ser pessimistas, vamos pensar que irá dar certo o desarmamento. Queira ou não queira, este referendo é uma revisão de conceitos.

Sabe eu não tenho direito de matar ninguem, não tenho o direito de me drogar, eu não tenho direito de enganar ninguem, eu não tenho direito de corromper e nem de ser corrompindo,em miudo eu não tenho direito de muitas coisas ... e nem por isso vou brigar para ter estes direitos.É a mesma coisa com as armas.

Estou insistindo neste asunto (já é o segundo post seguido sobre o referendo), mas isto é importante e mexe com a vida de todos!

sábado, 1 de outubro de 2005

0 comentários

Participe do Referendo, e diga SIM !

"As campanhas gratuitas de rádio e televisão sobre o referendo de venda de armas e munições começaram neste sábado. Os primeiros programas vão esclarecer as eventuais dúvidas dos eleitores sobre o referendo, que acontecerá no dia 23 de outubro.

As propagandas diárias serão realizadas em dois blocos de nove minutos, divididos igualmente entre os grupos, com rodízio na ordem de apresentação. Na TV, os blocos irão ao ar às 13h e às 20h, enquanto no rádio, irão às 7h e às 12h. Além disso, as emissoras deverão reservar vinte minutos da programação diária para inserções de 30 segundos.

Os programas deverão ser exibidos por todas as emissoras de rádio, inclusive as comunitárias, pelas emissoras de televisão UHF e VHF e pelos canais por assinatura de órgãos como o Senado e a Câmara dos Deputados."

Fonte: Folha online (ler matéria na integra)


Bom, eu entro nesta campanha e pesso pra você votar Sim !

Veja bem, você compraria um aparelho de ultrasom para se proteger? Você poderia usar o césio para se defender do ladrão, era só ligar o aparelho e vc mataria o ladrão E VOCÊ de cancer!

Com as armas de fogo é a mesma coisa, é estupidez comprar uma arma legalmente ou ilegalmente para tentar se defender, vc nunca irá usá-la, poderá matar ou ferir pessoas queridas, o ladrão com certeza irá tomar a sua arma e irá te matar com ela e você ainda irá perder R$ 1200 no minimo e tempo para registrá-la (se for legal). Muitos parentes e amigos tinha armas em casa, eu conveci todos a troca-las por dinheiro, todos ele apreveitaram bem a grana. Faça vc também.

Vc reaclama que este país falta a participação do povo nas decisões importantes, bom está é uma rara chance, não a disperdice. Diga SIM a vida!