domingo, 11 de março de 2007

0 comentários

Num sei,só sei qui foi assim ...

"O presidente colombiano, Alvaro Uribe, ofereceu neste domingo a seu colega americano, George W. Bush, tornar a Colômbia uma grande fonte de biocombustíveis, após lembrar que seu país é o terceiro produtor de etanol das Américas, atrás de Brasil e Estados Unidos.

"Temos mais de seis milhões de hectares de terras que podemos conquistar para os biocombustíveis sem derrubar uma árvore sequer", assinalou Uribe ao lado de Bush.

Uribe lembrou ainda que a Colômbia pode produzir um milhão de litros de álcool, que utiliza para cobrir parcialmente a demanda nacional por combustíveis."

Fonte: Folha online (
ler matéria na integra)

O Assunto da semana foi a visita do "grande" Bush em terra brasilis, aqui sampa, vi muita gente com raiva e xingando cara, seja pq ele paralaizou sampa na hora de rush seja por idealismo ou então por NDS (nem deus sabe)!

O incrivel das manifestações anti bush que teve aqui é que 95% de seus participantes não fazia idéia de que o presidente americano veio fazer aqui, e alguns que achavam que sabiam, que era negociação do preço do alcool, bom, não sou contra as manifestações, mas isto que aconteceu nesta semana foi simplesmente humilante para nós os brasileiros, e vem que o povo é manipulado como se fosse simples fantoches. Manifestar sim, mas manifestar sem sabe o que, é triste!

Para quem não soube, tio Bush apareceu aqui por puro marketing, o que houve não foi acordo, foi apenas um memorando assinado entre os dois paises compromentendo que um poderá haver um acordo futuro sobre o preço não só do alcool, ma de outros combustiveis renovaveis brasileiros e a tecnologia para faze-lo, enfim, enrolaram o assunto com a barriga ...

Agora, gente, evite este sensasionalismo besta que aconteceu aqui sampa nesta semana, façam uma manifestação legitima, onde todos estejam a par da situação, e o governo, evite ficar paparicando estrangeiro, se ele quiser se locomover pela cidade, use um helicóptero ...

Isto me faz lembrar o livro O auto da compadecida de ariano suasuna, (não o filme, o livro, recomendo a leitura), onde o povo pobre dava valor ao cangaço e as coronéis, e ambos os exploravam, e por fim quando o que ocorrerá, só ouvia: "Num sei, só sei qui foi assim..."