domingo, 23 de outubro de 2005

Tinhamos a chance ... será que a disperdiçamos?

"Nesse segmento, conseguiram seduzir parcela, se minoritária, representativa e influente dos que se ocupam do trabalho intelectual --jornalistas, acadêmicos e profissionais com acesso aos meios de comunicação de massa em geral. De repente, tornou-se "in" apertar a tecla 1 e registrar o voto "não". A identificação da opção pela proibição a uma bandeira do governo Lula da Silva certamente contribuiu para essa migração. A tendência valeu a despeito de a frente favorável ao "sim", na realidade, ter extrapolado de muito essa conexão, envolvendo forças identificadas com diversos partidos políticos, entre eles muitos tucanos, para citar o maior pólo de oposição a Lula. A confusão conceitual e ideológica provocada pelo decaimento das expectativas acerca do petismo e do lulismo --não são poucos os profissionais do intelecto que passam por uma profunda crise de identidade-- encontrou seu primeiro grande campo de provas. E alguns que antes não hesitariam em endossar a proibição do comércio armamentício tornaram-se defensores, ainda que céticos, da opção oposta. Afigurava-se, afinal, uma oportunidade de dar uma lição exemplar no governismo decaído."

Fonte: Folha online (
ler artigo na integra)

Depois de reletir muito sobre está questão do referendo, cheguei a uma conclusão sobre isto que é: Foi inutil a realização deste referendo!
Eu não mudei de opinião,votei no SIM, mas vejo que a maioria das pessoas se deixaram levar pelo rancor que tem pelo governo, pelo seus problemas pessoais, e só por isso votaram Não.
Só que está questão não está ligada ao meu problema ou problema do governo, está questão diz respeito a uma herança para a posteridade. É triste saber que infelizmente as pessoas estão apenas levando em conta a situação atual, que votou Não é por não pensou grande no futuro, enfim, foram manipulados pelo lobby. Se vc ler a matéria, irá ver que o colunista percebeu isto, quando ele começa a dizer "...amalgamou o individualismo radical...".
Ainda é dia 23, não tenho certeza, mas acho que o Lobby ganhou.

É, se o "Não" vencer, vejo que nós brasileiros ainda somos que nem o povo iraquiano, um povo cego que não que se respomsabilizar por nada. Enquanto todos nós não admitimos que temos uma parcela de culpa pela situação atual do país, ninguem irá pra frente!

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.