quarta-feira, 17 de junho de 2009

As profecias ...



E até onde sei, não foram previsões de profetas profissionais como nostradamus ...

Veja os dois vídeos acima, o primeiro é do Casseta e planeta, zuando com o boato da morte do Bussunda e o segundo vídeo é um pouco "arrepiante", é um quadro de um episódios dos Trapalhões de 1983 onde o mesmo se passava no ano de 2008, onde o Zacarias e o Mussum já estavam mortos, que o Dedé e o Didi brigaram em 2000 e voltaram a trabalhar juntos apenas em 2008. Não seria novidade, mas esse episódio foi feito a 25 anos atrás.

Independente do miticismo ou da profecia em si, esse é o risco que os humoristas corre em brincar com o futuro. Seja lá quem foi que escreveu esse episódio dos trapalhões, deve estar pasmo assim como nós ...

O Futuro é pura estatística, vc tem 1 chance em 1 trilhão de adivinhar um evento alheio que irá acontecer num futuro distante, ou seja, se eu fosse o roteirista desse episódio dos trapalhões, apostava na mega sena toda semana!

Alias, o feito é tão direto e claro, que teve mais exito que as previsões cifradas de nostradamus ... agora só falta os maias ter acertado a chance em um trilhão, aí meu amigo, é bom vc viver e realizar todos seus sonhos até 21 de dezembro de 2012 antes do fim do mundo. Se o roteirista acertou, as chances são as mesmas para os mais. Maldita estatistica? hehehe ...

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.