sábado, 6 de dezembro de 2008

Tutorial - Rede Domésticas - como montar uma?


Decidi trazer aos poucos alguns dos tutoriais e crônicas que escrevi no meu antigo site. A primeira a ser revitalizada é esse tutorial de como criar uma rede doméstica!

Esse tipo de post terá a tag "Tutorial" ou "Crônica" dependendo de seu tipo. Os post normais do blog irão retornar semana que vem!
Divirta-se!

Antigamente, cerca de 10 á 7 anos atrás, pessoas normais, mortais como nós, tinha poucas opções para construir redes domesticas, primeiro pelo alto preço das placas de rede, que eram de R$150 as mais baratas (hj, a mais topo de linha, para gigabit, não chega a R$140) e do cabeamento. As opções mais baratas era comprar um HUB, usar a maquina mais potente como "servidor" e nela colocar duas placas de rede, uma ia ao hub e a outra no modem (ou então era via dial-up mesmo), aí, conseguíamos fazer uma rede com internet a 28 kbps, nem chegava a tudo isso, já que metades dos dados se perdiam no hub e parte da "banda" ficava neste "servidor".


Topologia de Redes de antigamente

Então, desde 2005, a tecnologias de wireless (802.11x, blutooh,3G e etc.) ficaram mais acessíveis, notebooks ficaram mais barato com este recurso, e as velhos desktops passaram a usufruir de internet DSL de 500 K á 8 Mbps e Cable Modem de 10 Mbps, e para magnatas, redes de fibra ótica de 30 Mbps.
Claro que a topologia de rede de antigamente não daria conta do recado, ainda existe redes assim, só que se desempenho é sofrível. Apesar de simples, a topologia de antigamente tem dois culpado, o primeiro é o "servidor" que por si só, já consome uma parte da banda de internet e tb por que estes "servidores" não são maquinas dedicadas, ou seja, se alguém estiver jogando na maquina Gateway* (ou seja, no "servidor") e o mesmo estiver puxando o Maximo do processador, tanto o game quanto a rede ficava lento. E o grande culpado era o HUB, um dispositivo desprovido de lógica e "inteligência", que simplesmente replica um dado para todas as outras portas, ou seja, 95% das informações que chagava na placa de rede era descartada já que não era vc que tinha pedido. Sem dizer da configuração manual. Hoje em dia, tudo mudou nas lojas de informática, nós vemos "roteadores" (que não são roteadores de verdade e sim Gateway) que faz redes em poucos minutos.

Parece bom, mas nem tudo é uma maravilha.
Está pequena crônica dá algumas dicas que eu tive que aprender na marra para evitar estes problemas. Eu dividi está em duas partes, uma conceitual que explica um pouco os conceitos de rede e outra com dicas e truques!


Topologia de rede doméstica comum hoje em dia

* Gateway x Roteadores

Qual a diferença?

Todo Roteador é um obrigatoriamente um Gateway, mas nem todos os Gateways são roteadores. Um Roteador de verdade, é um dispositivo caro e grande à beça, que cria rotas e gerencia todo o trafego de uma rede, o roteador tem um mapa completo de toda sua(s) rede(s) e outro mapa indicando outros roteadores nas suas redes externas, incluindo a internet, estes mapas e seus relacionamentos montam um banco de dados. Os roteadores são providos de protocolos especiais de comunicação como o SNMP e os mesmos possuem uma inteligência artificial digamos bem desenvolvida, sem dizer de outros recursos de rede. Apenas grandes redes usam roteadores, isso por que, se o mesmo não tivesse todo este aparato, voltaríamos pra época dos hubs, o roteador seguimento a rede facilitando na gerencia da mesma. Cada roteador funciona mais ou menos como um aeroporto, usando uma analogia mais simples, ou seja, a pessoa e sua bagagens (informações e dados) chegam, fazem o check-in, onde verifica a origem e o destino, se tudo certo, as bagagens passa pela alfândega, as mesmas junto com as pessoas não encaminhadas para a porta de saida, as mesmas vão para destino, outro roteador (aeroporto), existem um monte de rotas, porém, eles só seguem aquelas pré-definidas pela torre. Se a torre achar que o avião pode se perder, ela passa a informações da melhor rota, ou da rota mais segura.

Já o Gateway, como o nome sugere, é o dispositivo que tem o modo ou a porta de conexão com a web. Os roteadores são gateways, mas não são apenas eles. Firewalls e switches do tipo 3 e os próprios servidores pode ser gateway, já que eles fornecem a porta de comunicação com a web ou outra rede. Usando uma analogia mais simples, um gateway é como se fosse os correios, ou seja, a carta chega, é verificada pelo seu CEP, se estiver ok, ela é enviada ao destino, se o destino não é a rede externa, o mesmo a redireciona para a porta certa. Agora, se o destino existe e se a rota pode conter inconsistências, isso pouco importa pro gateway. O roteador tb faz isso, porém, com menos interação, muitas vezes, em redes corporativas, dados internos nem chegam ao roteador, ficam nos
switch.
Roteadores empresariais são caros, os mais baratos chegam a 5000, e o céu é o limite para preços de roteadores.

Existem roteadores que chegam a custar bilhões de dólares, são verdadeiros super computadores.
O comércio não está te enganando de propósito, isto pq o termo gateway era referido de maneira informal a porta do roteador, como na época, os SO e a própria informática só tinha gateway q eram routers, ele decidiram usar o nome comercialmente. Mas não fique triste, seu Gateway dá conta do recado. não faz mal chama-lo de roteador, já que o termo se popularizou, apenas fique ciente que os
termos técnicos tem estas sutilezas
.

* Escolhendo o "roteador"


Existem duas questões a ser respondida?


Que tipo de internet eu tenho ou pretendo ter?


Ter um roteador pra compartilhar internet discada, esquece. Só vale a pena se for banda larga, alias 99% dos gateways residenciais são feitos pra banda larga, é raro ver algum com modem discado.

Banda larga residencial no Brasil existe quatro tipos:


ADSL-> usa a linha telefônica, é a mais comum e mais barata, utiliza ponte alternada em linha de telefone, o Speedy da Telefônica em São Paulo é o mais famoso e serve de parâmetro para o restante. A Velocidade máxima é de 12 Mbps para download, contudo, hj está por volta de 7 Mbps devido a precária rede de cabos telefônicos. Em upload, não chega a 1 Mbps ... 100% dos Gateway são ompatíveis com o ADSL de qualquer tipo.

Cable Modem-> Utiliza a banda e faixa de freqüência da CATV, é prestado por operadoras de TV a Cabo. A rede é mais estável e tem velocidades de downloads e uploads quase equivalentes. Pode chegar a até 50 Mbps, porém, o máximo hj é de 10 Mbps. O Virtua da NET é o mais famoso serviço de cable modem. Alguns Gateways podem não funcionar nesta rede por não pode emular o endereço MAC da placa de rede do computador hospedeiro. Fique atento a este detalhe.

3G-> Utiliza a freqüência de celular recém leiloada pelo governo, é portanto uma rede wireless. A Claro e a Tim tem estes serviços disponíveis, apesar de poder chegar a grandes velocidades, neste momento, não passa de 1 Mbps para download. Gateways para estas redes só existem por enquanto no exterior, algumas operadoras já estão fechando contratos para comercializar estes routers. A Vivo já tem contrato com a D-Link para vender estes routers.

FDDI-> É conexão de fibra ótica ainda não disponível para nós os mortais existem apenas para nível residencial no bairro dos Jardins, Em São Paulo, bairro onde têm muitos, mas muitos magnatas e políticos. Pode chegar a bagatela de 1 Tpbs , porém, aqui em Sampa é de 30 Mbps. Existem conexões marítimas de 300 á 500 Gbps, da Embratel, usada praticamente para toda comunicação externa e interna no país.

Observações


*Se for ADSL, vc terá que verificar se a mesma usa autenticação de usuários (PPPoE) e se o ip é dinâmico ou estático. Se vc for muito leigo, ligue para a operadora. o Speedy em são paulo usa autenticação PPPoE e tem ip dinâmico desde 2004, neste caso, conexões antes desta data usam ip estático e sem autenticação ou provedor, o gateways estão preparados, porem, a configuração deve ser feita com mais cautela, deve-se ler atentamente o manual do roteador e dependendo do caso, não é possível compartilhar pq o modem destas conexão já são roteados


*Se for cable modem, ou seja, tv a cabo vc terá que saber se a rede é dinâmica ou estática, e terá que saber o endereço MAC da placa de rede na qual vc se conecta, já que todas operadoras deste tipo de conexão rastream o endereço físico da placa de rede para limitar apenas um computador na rede. O Virtua usa ip dinâmico e rastreamento de mac na rede e alguns modem já são gateways e não aceitaram outro gateway na rede. Se este for o caso, terá que pesquisar bastante para descobrir a melhor forma, e em ultimo caso, montar uma rede apenas com switches e access-ponits.

*"Rotear" redes 3G é algo ainda inviável, são raríssimos os equipamentos de gateway residencial que aceita conexões via USB, e os modems wireless em sua maioria são PCMCIA ou PC Card para notebook. Se conseguir um equipamento compatível, que por enquanto é caro, vc no Maximo irá colocar 3 maquinas e mesmo assim, a internet irá ficar com cara de discada.

*Se vc for um magnata que mora no bairro dos jardins aqui na capital paulista, e tive mais de 1000 reais por mês para pagar um FDDI meus parabéns. Vc pode até montar um escritório com 24 maquinas traquilamente. O FDDI requer mais atenção. Um gateway pode não conseguir conectar ou manter a conexão. Por tanto, terá que verificar bem e pesquisar roteadores ou se a Telefônica fornece os mesmos.


Existem outros tipos de rede, pôr só usado a âmbito corporativo, os mais famosos são o ATM e o Frame Relay.

Que tipos e quantas maquinas eu vou ligar? Qual configuração usar?


1º Conectar apenas uma maquina
Neste caso vc pode ter um gateway cabeado ou um com acess point para wireless. Pode parecer estranho vc ter um "roteador" apenas para conectar uma única
maquina, mas isto pode ser viável nas seguintes situações:


- Vc tem apenas um notebook e não tem um computador destkop
- Vc quer segurança a nivel de hardware para seu computador


No primeiro caso, se vc apenas possui um notebook, deve ficar atento, para configuração do "router" é aconselhável vc usar um cabo ethernet na porta 1 de seu gateway. A configuração via wireless pode não ser boa idéia, já que pode haver perda de dados na transmissão da configuração, e vc pode até inutilizar o "router" ... ou pior, pode haver gatunos com programinhas obscuros esperando por este momento de configuração pra roubar sua senha, por isso, quando for configurar ou ajustar algo no router, coloque o cabo azul e desligue o wireless de seu notebook.
Se vc tem apenas um desktop pode comprar um gateway apenas para ele (claro, se vc tiver grana),apesar de achar o investimento
desnecessário, vc terá as seguintes vantagens:


- O gateway ira conectar e autenticar automaticamente na banda larga, vc nem precisa instalar aqueles programinhas chatos de sua operadora.
- Se vc usar linux, melhor ainda, irá poupar um bom tempo na config de rede, se seu router tiver dhcp, melhor ainda, vc não precisará configurar nada

- Vc passa a contar com o NAT e um firewall básico a nivel de hardware, se vc estiver usando linux ou apple vc pode até diespensar um firewall a nivel de software ... vc ganhará alguns MB de ram ...

- Mesmo usando o Windows, terá mais facilidade para se conectar a internet, vc passa a ter uma unica interface de rede (ao invés de interfaces emuladas) , sem dizer, que com dhcp o windows configura sua maquina sem sua intervenção

- Vc pode controlar aplicações com muito trafego, como o eMule por exemplo.

- Vc passa a ter um controle de url a nivel de hardware, vc pode bloquear sites no router, ou então controlar em que horas o computador pode usar a internet, ótimo para controle parental.

2º Tenho um computador desktop e um notebook

Neste caso é obrigatório vc ter um gateway com acess point ... vc pode ter apenas um gateway com rede cabeada, mas ai vc perde a principal vantagem do notebook, a mobilidade :P


É a topologia mais comum. Neste caso, a configuração do router deve ser feita nodesktop usando o cabo azul. Preferencialmente, para configuração wireless, use redes G ou N, com segurança WPA-PSK ou WPA2PSK com uma frase de pelo menos, 25 caracteres sem espaço.

O Sinal deve ser ajustado dependendo do tamanho da casa, se vc estiver usando em um apartamento, diminua o máximo a potência do sinal, até conseguir uma cobertura de no máximo 3 metros. Outra dica é reduzir para apenas 2 o numero de ips distribuídos via dhcp, mas lembre-se, quando outra maquina for acessar a rede, seja wireless ou cabeada, vc terá que configurar ela manualmente ou então aumentar o numero de ips distribuídos no dhcp.
Uma outra dica é vc desativar o compartilhamento de arquivos tanto no desktop e principalmente no notebook.

No notebook, é recomendável vc não compartilhar nada, lembre-se, seus arquivos podem virar sinal de rádio e serem transmitidos para qualquer um ...


3º Tenho 2 á 4 desktops

As maiorias dos gateways residenciais suportam até quatro maquinas ligada diretamente.
A minha dica neste caso é configurar todas as placas de rede a trabalhar em 100 Mbps Full Duplex e se possível, evitar usar a rede todas as maquinas ao mesmo tempo, a menos que vc tenha uma banda larga muito rápida, se vc tem links de 500 Kbps ou inferior, isso pode até travar a rede.

O compartilhamento neste caso é bem vindo, é bom cada maquina ter uma pasta compartilhada, e todo mundo salvar downloads de programas e atualizações nestas pastas, ou seja, se precisar de algum programa e a outra maquina já tiver, vc não precisa baixar de novo da internet, é só transferir de uma maquina
pra outra via LAN.

4º Montar um hotspot residencial

Com o preço dos notebooks caindo, é cada vez mais comum cada pessoa ter sua própria maquina, e claro, cada membro da família pode ter seu laptop, está ficando mais comum.


Se mais de 2 notebooks acessar um mesmo access ponit, recomenda-se triplicar a segurança da rede, utilizar senhas com mais de 32 caracteres já é um começo, mas escolher um roteador com multiusuário também é um ótimo negocio. Este tipo de roteador é mais caro, já que além de pedir a chave da rede, ele pede um usuário e a senha cadastrados do usuário cadastrado no router para liberar o acesso, se negativo, mesmo estando conectado, o intruso não consegue usar a rede.

Dê preferência as novas redes padrão N, mas se seus notebooks só usam rede G, também é uma boa usar o padrão N no roteador/access point, o desempenho melhora um pouco.

Alguns Macetes e Truques

1º Configurando o Gateway


Antes de vc tirar o router novo da caixa, desligue o modem de banda larga e deixe-o uns 4 ou cinco minutos desligado. Também desligue todos os computadores e notebooks. Com o modem,router e computador desligado, monte seu gateway, primeiro conecte o cabo do modem na porta WAN do router, depois, se houver, monte a antena wireless, por fim, conecte os cabos dos computadores cabeado, ligue primeiro o modem e espere ele dá sinal de rede ok, depois ligue o router e espere ele dar tb dar sinal de vida, por fim ,ligue o computador que está na porta 1, é aconselhável vc colocar na porta 1 do router o computador onde o modem era conectado, a maioria dos routers pode automaticamente atribuir o endereço MAC da placa de rede na interface no NAT, muito útil se vc utiliza internet a cabo por exemplo.

Se o Windows e nem o linux da seu maquina reclamarem que a placa de rede está sem conectividade, significa que estamos meio caminho andado, mas ainda você não conseguirá usar a internet, vc tem que completar a
configuração do router.


Existem duas maneiras de vc configurar um "router" residencial, e ambas as maneiras você precisa saber qual ip do gateway.


Uma maneira fácil de descobrir o ip do router é ir ao prompt de comando e digitar ipconfig , se tudo der certo, irá aparecer:

C:\ipconfig
Endereço IP: .............. 192.168.0.236

Mascará de rede: ....... 255.255.255.0
Gateway padrão: ....... 192.168.0.1


Agora sabemos que o endereço do router é 192.168.0.1 ... A primeira maneira e que está disponivel em todos os gateways residenciais é via interface web.
Abra o seu browser favorito e digite http://<endereço do gateway>, neste caso, http://192.168.0.1

Alguns routers abrem um assistente de primeira conexão, lá vc é obrigado a definir uma senha para acesso da configuração do router. Minha sugestão é vc usar uma senha de 8 caracteres sem espaço.evite senhas obvias como sua data de aniversário ou seu sobrenome ou nome de um familiar próximo. Depois o router irá "conversar" com seu modem e tentar descobrir que tipo de conexão vc usa.

Se tudo ok, ele irá pedir informações como, por exemplo, login e senha (ADSL/PPoE), ou o ip estático, ou a freqüência do dispositivo (3G) ou então o endereço MAC da sua placa de rede (Cable modem) ... vc insere estás informações e o mesmo irá testar a conectividade, depois disso, se disponível,ele pedir a configuração básica de rede sem fio. Quando terminar, o router irar se reinicializar. Depois, teste a conexão indo a algum site, o mais usado para isto é o google e o yahoo.

Se carregar, missão cumprida! ligue as demais maquinas cabeadas ou wireless e teste a conexão.


Outros router não tem este assistente ou o mesmo não é ativado automaticamente, então, vc deverá ler o manual para ver como proceder.

Outra maneira é utilzar o telnet.
entre no prompt de comando e digite:

telnet <ip do router>


ele vai automaticamente pedir a senha, como é o primeiro acesso, deixe em branco.
vc irá cair na console do router.

A Cisco e a Simens tem toda a sua linha de router compativel com a console. NÃO RECOMENDO este tipo de configuração, pois é bem complicado.

2º Descobrindo o IP do router

Se vc tentou o ipconfig e apareceu:

Endereço IP: .............. 169.254.221.111
Mascará de rede: .......
Gateway padrão: .......

Apareceu um ip estranho e as outras configurações não funfaram. Isso pode ser duas coisas. Ou o router não tem DHCP (distribuição de ip e configuração dinâmica) ou o mesmo vem desativado por padrão ou então seu S.O não foi configurado;


- Se o router não tiver DHCP


Um router só poderá ter os seguintes ips:

10.x.x.x

172.68.x.x

192.168.x.x


O mais comum é que o mesmo tenha o ip 192.168.0.1 ou 192.168.0.254, um endreço de LAN de classe C, a mascara de rede será sempre 255.255.255.0 para qualquer ip 192.168.x.x .

Usando este endereço, é batata, ou o ip será o primeiro ou ultimo válido (192.168.0.1 ou 192.168.0.254);


Se vc comprou um router usado, o antigo dono deve saber, pede para ele.
Seja como for, abra a configuração de sua placa de rede e atribua manualmente o endreço.

Usando a configuração:


IP: 192.168.0.y

Mascara: 255.255.255.0
Gateway: 192.168.0.z


Onde:

z = pode ser 1 ou 254

y = pode ser qualquer numero entre 2 e 253

Alguns router usam 192.168.1.z ou 192.168.2.z ... o procedimento é o mesmo, porém, pode dar conflito com o modem. Para saber como resolver isso,continue lendo :D


Algumas empresas gostam de dificultar a vida, algumas coloca um ip de classe B (172.68.x.x) ou pior, um endereço de classe A (10.0.0.1). A Dica é tentar configurar usando a convenção do primeiro e ultimo ip valido, ou seja, se for 172.68 vc pode usar 172.68.1.1 ou 172.68.254.254 com mascara 255.255.0.0!


No caso de ips com 10.x.x.x a coisa complica. Este endreço pode ter mais de 16 milhões de combinações. a maneira mais sabia então é tentar contactar o suporte técnico da fabricante.

- DHCP não configurado no computador


O Windows pode não estar achando a rede não por culpa do router mais pq o mesmo está desconfigurado.
Vá no painel de controle, conexões de rede, selecione a placa de rede como botão direito e clique em propriedades, lá, vc selecionará TCP/IP na lista, clique em propriedades. Certifique-se que as opções "Obter um IP automaticamente" e "Obter um DNS automaticamente" esteja ativo, se tiver, pode ser outro problema, como descrito acima. Aplique a configuração, clique novamente na placa de rede e clique em status, vá na guia detalhes e clique em reparar.

Se tudo ocorrer bem, é só configurar o router.


3º Resolvendo conflitos

O router e rede estão funcionando, mas internet não. Algumas vezes pode
esta havendo um conflito nas interfaces de rede, as mais comuns são:


- IP do Router e do Modem


A principio, o Router e o modem tem que estar em redes diferente, bom, uma maneira de ver isso, primeiro anote o ip do router.Depois desligue o router e conecte novamente o modem no computador. Quando estiver terminado, acesse o ipconfig, vc vera algo assim:


ip: 192.168.1.39
mask: 255.255.255.0
gateway: 192.168.1.1


Seo ip do modem e do router foram iguais ou se os três primeiros octetos foram iguais (ex: 192.168.1.x), vai dar pau na rede. Neste caso, não altere o ip do modem, altere o ip do router.
Conecte o cabo wan novamente no router e o router no computador. Acesse a configuração do router pelo seu ip. Tente achar a configuração da LAN e lá, faça a seguinte alteração: 192.168.1.1 para 192.168.0.1 Mantenha o resto da configuração intacta e aplique a nova config. Muitas vezes isso resolve.

Isso acontece pq o endereço do gateway e a mascara define em qual rede vc esta. Se do modem e do router forem igual, a mesma estará na mesma rede.

Pode parecer estanho, mas o seu modem tecnicamente não pertence a sua rede, pertence a rede de sua operadora. Ao fazer esta alteração vc deixa ambos em rede lógicas separadas.


Modem mais modernos já vem imune a isso, seus fabricantes define a rede interna do modem como classe B (172.68.x.x) ou um endreço de classe C de rede não usado pelos router, como 192.168.64.1 .


Lembre-se:

Vc não consigirá mais acessar a interface de config do router no antigo ip e sim no novo ip. anote o novo ip e nada de inventar endereços ips. Vc pode altera apenas para ips privados (10.x.x.x,172.68.x.x,192.168.x.x) e mesmo assim vc terá que assumir o risco casa alguma coisa saia errado.


- Endereços MACs

Essa é mais rara de acontecer, mas hj sabemos que o mundo é pequeno e pode acontecer de tudo.


Vamos supor que vc tenha três maquina cabeadas ligadas na rede, uma delas funciona legal,as outra duas não conseguem acessar ao mesmo tempo, apenas quando uma desconecta a outra consegue acesso, e mesmo assim, o DHCP do router sempre atribui o mesmo IP para as duas maquinas.

Este é um sitoma classico de conflito de MAC.


O Endereço MAC é um endreço fisico gravado no bios da placa de rede, este numero deveria ser unico no mundo, mas graças a china e twain, estes MAC acabam se duplicando. Isso comum quando vc tem dois computadores com placas de rede da mesma marca. Um endreço MAC é assim: 00-11-21-6A-B2-9B para visualisar o MAC, use ipconfig /all no prompt de comando nas duas maquinas.

Se as mesma são iguais, existe duas maneira, a primeira é vc alterar o MAC de uma das placas, vá em Gerenciador de dispositivos, selecione a placa de rede, clique em propriedades, vá em Avançado, selecione o valor "Network Adress", mude de Ausente para um valor diferente, por exemplo, se o seu mac é 00-21-21-6A-B2-9B altere para 00-21-21-6A-B2-9C e reinicie a maquina.

Se tudo correr bem, as três maquinas estarão se conectando ao mesmo tempo.


Se não existir está opção, tente atualizar o driver da placa de rede no site do fabricante ou pelo windows update.Se mesmo a opção não aparecer, terá que usar a segunda maneira: comprar um placa de rede nova. :(


4º Wireless


Aqui no Brasil por determinação internacional, podemos ter 3 tipo de rede sem fio residencial. São redes do tipo B,G e N .Todas elas usam um padrão de comunicação chamado 802.11, ou seja, eles a principio são compativeis entre si, mas a segurança e a velocidade varia muito.
As redes do tipo B nem chegam ao brasil, são mais lentas, tem um alcance muito limitado e tem um padrão de segurança muito arcaico.

As rede tipo G é padrão atual, tem velocidade em média de 40% da rede cabeada, médio alcance e uma segurança razoavel. As redes tipo N é o novo padrão que irá substitiuir o B e G apartir de 2009, já existem produtos com redes N antes do lançamento graças um acordo feito pela intel e pela ISO, a Rede N tem em média a mesma velociade da rede cabeada de padrão (100 Mbps) um alcance maior e a ultima palavra em segurança em rede integrado.


-Segurança


Se possivel, compre um router com padrão N. Vc terá pelo menos 8 anos de usabilidade e a mesma é compativel com o padrão G e B. Esses router são mais caros atualmente, vc pode adquirir um router do tipo G com novas atualizações do padrão, que inclui uma antena melhor, um firewall integrado e uma segurança melhor usando WPA2!
Existe três tipos de criptografia padrão para o wireless, o WEP que é compativel com todas as redes, porém é muito fraco e pode ser quebrado facilmente, o WPA 1.0 que é compativel com redes G e N e por fim o WPA 2.0 que é compátivel totalmente em router N e de forma pacial em novos
router G atualizado.


O WEP vc configura uma chave em hexadecimal, no WPA vc pode configurar uma chave normal ou além desta, um login e senha para autenticação. Este login e senha é cadastrado no router (padrão N) ou numa maquina que toda um servidor RADIUS (tipo G).

Seja como for, usando o WPA vc terá uma segurança muito maior.


-Alcance


Vai depender do router, do ambiente e do seu notebook ou placa de rede wi-fi. Se vc vai montar um hotspot ou em um lugar muito grande como um prédio, é inevitavel vc usar um repetidor de sinal. Mas se vc mora em uma casa muito grande, coloque o router na potencia maxima, e se possivel, compre uma antena de maior alcance.


Se vc mora em casa média, a configuração padrão deve dar conta do recado, se mora em um lugar pequeno, diminua o potencia, está economizando dinheiro!


Se vc ver que tem outras redes wi-fi interfirindo no desenpenho da sua, contate o admin dessa rede e configure-as em canais diferentes comunicação. o padrão é o canal 6.

Mude só se estiver tendo essas interferencias.


5º DNS

Quando o DHCP é ativado, o router irá redirecionar os ips de DNS para si proprio.

É um recurso que poupa tempo, mas pode atrapalhar. O servidor DNS converte um dominio como casperstudios.co.nr para o ip real. sem o dns, vc só conecta se saber o ip real do site.
os DNS dos provedores não são aquelas maravilhas, portanto, uma dica é usar um DNS publico como padrão.

O opendns.com é um ótimo DNS estatico publico e gratuito.
Se o seu router tiver
como configurar uma configuração alternativa de DNS, adicione nele os seguintes ips:


208.67.222.222 (primario)
208.67.220.220 (secundário)

Quando o DNS da sua operadora for pro saco, como acontecer na grande pane aqui em Sampa, seu router irá redirecionar pedidos de domínio para o opendns.


6º DHCP


Falamos muito dele neste tutorial, o DHCP é recurso que permite distribuir ip e configuração de rede automática. Foi uma das melhores invenções de rede da história. Fez sumir com troço chamado BOOTP e Netware das redes de antigamente.
Se vc usa apenas rede cabeada, não tem o pq se preocupar, pode deixar seu DHCP na configuração padrão de fabrica do router.

Se vc usa um router com rede wi-fi, é bom tomar cuidado. Praticamente todos os routers atuais vem configurado para distribuir até 100 IP automaticamente pelo DHCP. Isso inclui todo tipo de maquina, desde cabeada, wi-fi e até impressora. Se alguem quebra a chave a criptografia da rede wi-fi, e o DHCP estiver no padrão, o intruso vai receber um ip de sua rede, e terá acesso a tudo, não só a conexão, mas aos recursos compartilhados.

Se vc tem só três maquinas seja wi-fi ou não na sua rede, por exemplo, mude de 100 para apenas 3! Alguns roteadores permitem vc desativar o DHCP dinamico e usar apenas o estático, ou seja, vc cadastra o endereço MAC, define um ip, e aquela maquina sempre vai receber aquela configuração. Muito util, assim vc não precisa se preocupar de reconfigurar á maquina toda hora que formatar ou instalar um sistema novo, pois, para seu computador, o DHCP estará ativo, porém, na verdade, será um serviço estático.

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.