sábado, 23 de outubro de 2010

[especial] Ubuntu Linux 10.10


O Casper Vox aberto no Firefox 3.6.10 no Ubuntu 10.10 "Maverick Meerkat"

A Canonical já liberou a versão 10.10 do Ubuntu Linux, o linux mais usado no mundo. Como já é tradição aqui no Vox, fizemos um pequeno especial sobre a novidades que estão presente nesse nova versão do Ubuntu.


Assim como nos outros especiais, lembro que apenas discuto as novidades presente na versão atual, não é um review ou tutorial completo sobre o mesmo. No final desse especial você poderá acessar os links dos outros especiais e ver a evolução do mesmo e tirar suas próprias conclusões.


Divirtam-se!


PS: As imagens estão em miniaturas para não comprometer o carregamento da página. Clique sobre elas para ampliar.


* Mudanças Gerais



São poucas as mudanças internas, tirando as atualizações de rotina, foram incluídos suporte a touch screen e uma interface mais leve e adaptada para o netbooks (na versão de netbooks, que eu não testei).


Na Tela de Splash Screen (aquela que aparece no boot), ela continua roxa, porém, o nome "Ubuntu 10.10" vem no lugar da imagem com o logotipo, é apenas um texto, em baixo, aquela barra de progressos foi substituída por cinco pontos finais (.) que vão ficando colorido em laranja a medida que o sistema é carregado. Mais clean do que isso, não dá para ficar mais!


Para terminar, foi incluído no CD o instalador do Ubuntu em pen drivers para o Windows. É só você abrir o CD no Windows e executar o aplicativo, que é idêntico ao do Ubuntu. Você pode fazer seu Ubuntu no Pen Drive dentro do Windows sem nenhum problema, basta ter um pendrive vazio com 2GB ou mais de capacidade. Isso torna a coisa mais prática, sem precisar de aplicativos de terceiros ou ter que executar o Ubuntu apenas para fazer um pen drive bootavel.


* Mudanças visuais: Novas Fontes, ícones na interface e wallpapers




No aspecto de visual, só os mais observadores vão notar, a fonte usada nos aplicativos e texto em geral foi alterada, para uma fonte própria desenvolvido pela Canonical de nome Ubuntu.


Vários ícones foram alterado, a maioria foi apenas adaptação, são poucos os ícones que mudaram. Um exemplo de ícone que mudou foi o do Matenedor do Sistema!


Na segunda imagem, você ver o novo visual do instalador de pacotes, com alguns dos novos ícones.


Na terceira imagem, a galeria de wallpapers, novas imagens foram colocadas, mas particularmente falando, nenhuma que preste =P


* Gerenciador de inicialização (um "msconfig")




No menu de sistema do ubuntu apareceu uma nova ferramenta,muito conhecido pelo usuários do Windows, o ubuntu finalmente tem um Gerenciador dos programas de inicialização, chamado de "Preferencias dos aplicativos de seção", através do programa você pode adicionar ou remover programa que inicia junto com a interface do ubuntu.


Apesar do Ubuntu depois de instalado não ser tão pesado para carregar, é uma ferramenta útil e que muita gente pedia para que se colocasse e evidência no linux.


* O Programa de instalação (setup) está mais simples




O Ubuntu que é uma distro que deriva da Debian, sempre teve uma instalação simples, mas o pessoal da Canonical simplificou ainda mais o processo.


De 7 passos foi reduzido para 3 passos no assistente e como vocês podem ver nas imagens, o grafismo mudou, ficou mais colorido e mais consolidado as coisas, principalmente na tela do particionador. Não cheguei a terminar a instalação, mas ficou mais simples instalar.


* Ubuntu One está mais maduro




O Ubuntu One, o sistema de armazenamento pela web (computação em nuvem) do Ubuntu ainda não está totalmente integrado, porém, se você comparar com as versões anteriores, a ideia do One está muito mais madura na versão 10.10. Antes era quase tudo feito pelo browser, agora, já tem incorporado apis e janelas do próprio Ubuntu para configurar e fazer o login no One sem precisar abrir o Firefox.


O One também estreou em fase beta uma loja de musicas, onde você pode comprar uma musica e ouvir onde quiser.


Também em versão beta, uma versão do One para Windows pode ser baixada e instalada, ou seja, pelo menos seus arquivos que estiver armazenado no disco virutal do One poderá ser acessado de qualquer computador.


* Novos aplicativos


# Som: Rhythmbox incorporado




O Rhythmbox já fazia parte do Ubuntu, porém uma característica que já existia no Windows Media Player foi incorporada no
Rhythmbox nessa edição do ubuntu que a versão compacta na barra de tarefas (no caso, na barra de notificação). Recurso interessante, apesar de ser apenas uma perfumaria.

# Edição de Video: PiTiVi



Outro tipo de ferramenta que também já tinha disponível no windows (Movie Maker) agora tem um similar pré instalado no Ubuntu, o PiTiVi é um editor básico de vídeo. Quando digo básico, é por que o mesmo é bem básicão. Mas se você precisar de um ferramenta dessas, não terá que procurar e instala-la, como acontecia antes!


# Imagens: Shotwell




O F-spot parece não ter agradado, e mal entrou no Ubuntu na versão 10.04, já saiu de cena para outro aplicativo similar, o Shotwell. Não há muitas diferenças entre o F-spot e o Shotwell na minha opinião, para mim, trocaram 6 por meia duzia.


# Rede Sociais: Gwibber




Para terminar, o pessoal do Ubuntu inseriu uma ferramenta de gerenciamento de rede sociais na barra de notificação do Ubuntu, o Gwibber pode conectar-se e gerenciar diversas redes sociais, incluindo o MSN, Twitter e o Facebook.


Testando no Twitter, o mesmo não fica devendo em nada com aplicativos similares para o windows como o sesemic ou echofon. Funcionou sem nenhum problema, com o visual bem espartano.


Você pode adicionar diversas contas de varias redes sociais e receber as atualizações no ícone da barra de notificação.


*Conclusão


Pode parecer repetitivo, mas como disse nos outros especiais, o Ubuntu se diferencia de outras distros linux por ser conservadora, as poucas mudanças de um release faz parte de um plano maior de transformações a longo prazo que a equipe planeja fazer. Mesmo assim a tendencia é que o ubuntu fique cada vez menor e mais parecido com o Chrome OS, ou seja, mais voltado para internet e a computação em nuvem. Isso fica claro com a maior inserção do One e outras ferramentas para internet que a mesma vem recebendo nos últimos anos.


Só senti falta do Firefox 4, se o mesmo já tivesse sido lançado, seria uma adição e tanto no Ubuntu, mas o FF4 no Ubuntu só mesmo ano que vem, na versão 11.04!


Se você quiser baixar e testar, clique aqui.


Os links abaixo são de outros especiais nossos sobre o Ubuntu:


[especial] Ubuntu Linux 10.04 LTS

[especial] Ubuntu Linux 9.10
[especial] Ubuntu Linux 9.04

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.