terça-feira, 4 de janeiro de 2005

Sem Consultas ...

"Foi publicado recentemente do Diário Oficial da Venezuela o decreto presidencial número 3390, firmado pelo presidente Hugo Chávez, onde se anuncia a decisão de preferência para uso de software livre em todos os órgãos da administração pública. Em 90 dias, o Ministério da Ciência e Tecnologia deverá apresentar à Presidência os planos que servirão de plataforma para a migração, e quando pronto, todos os órgãos públicos deverão iniciar as tarefas de migração"

Fonte: Noticias Linux [link quebrado]

Não é só o Chaves, o Kiko e o seu Madruga que querem padronizar o software livre nas repatições pública, nosso Lula, também! Se não sabem tem um projeto de lei na camara que faz a mesma coisa que o decreto venezuelano, profissionais,empresas de softwares e entidades já estão fazendo protestos e abaixos assinados online contra a lei ... Acho o esforço destas pessoas válido, afinal estamos numa democracia, mas num governo que conseguiu aprovar a lei de biosegurança sem consultar a comunidade cientifica, a reforma tributária sem consultar o contribuinte, a PPP sem consultar e nem estabelcer regras para os empresários, e que quer mudar a CLT sem consultar o trabalhador , é improvável que o governo irá escutar e atender a estas reclamações da comunidade tecnologica, a menos que entre na justiça e leve de 30 a 150 anos para julgar o caso em última instância, até lá, provavelmente não existirá mais softwares, pelo menos como a gente conhece hoje ... "

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.