segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Egito ás escuras ...


Tragédia: A Faraó está sem acessar o Vox desde o começo da crise =D

"O cofundador do Twitter Biz Stone e o conselheiro-geral do microblog, Alexander Macgillivray, publicaram um comunicado no blog oficial da empresa intitulado "Os tweets devem fluir". O texto não cita nenhum caso recente envolvendo o microblog, mas dá respostas aos casos de bloqueio no Egito e na Tunísia e ao requerimento de dados de apoiadores do WikiLeaks pela Justiça americana."


Fonte: Terra Tecnologia (ler matéria na íntegra)

Que isso um dia acontecer todo mundo da TI já imaginava, o que faltava era onde seria, como seria e onde seria. Tinha que ser no Egito, berço da civilização humana.

É uma questão puramente política, ou seja, quando é para ter um golpe (ou contra golpe), parece que nem a internet, famosa por ser terra de ninguém está imune. Basta você intimidar as pessoas certas, ou seja, os donos dos roteadores de borda da conexão de seu país.


É simples a estratégia do governo Egito. Evitar que apoio do mundo chegue até eles e principalmente, informações sobre a geopolítica cheguem aos líderes. Algo que nunca funciona de facto.


Bom, vivam com isso. O PRECEDENTE JÁ FOI ABERTO. É uma porta que quando atravessada, não há como voltar. Agora, a questão é quando, onde e como esse lamentável processo de censura irá se repetir.


A China vive algo parecido, portanto, vão acostumando-se com noticias como essa. Agora que os políticos do mundo todo perceberem que podem fazer a web apagar, não terão mais pudor em realiza-la. :P

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.