quarta-feira, 12 de agosto de 2009

Depois do Speedy, agora é o Word que não pode ser comercializado ...


O Word é um programa cheio de funcionalidades, ainda bem que vc não usa todas ao mesmo tempo :P

" SÃO PAULO - Um juiz do Texas ordenou na terça-feira (11/08) que a Microsoft pare de vender o Word como parte de um processo por infração de patente.


A liminar proíbe a Microsoft de vender qualquer produto Word capaz de processar arquivos XML, diz um comunicado dos advogados do reclamante. "


Fonte: Info (ler matéria na integra)

O que será que está escondido ou perdido nas profundezas do Microsoft Office? Sabe, essa é uma pergunta que me faço desde quando comecei a usar o computador, as vezes, a uns 10 anos atrás, ficava fuçando a pasta do Microsoft Office para ver o que achava, naquela época, o Office era o maior programa que eu tinha instalado no meu computador.

E eu achei várias coisas, a maioria tranqueiras, porém, algumas curiosidades, como por exemplo, no Office 2003, o arquivo executável do word tem 13 MB, algo que é surpreendente, por que o Word é fatalmente feito em C++, e programas em C++ quando compilados geralmente são pequenos! O Chaos MenuGames II que tem quase 10 mil linhas de código em Delphi fica entorno de 2MB, o Word então deve ter mais de 100 mil linhas, se bobear, 200 mil linhas, coisa para cacete, sem dizer das centenas de DLLs que precisa esta instaladas para o mesmo funcionar :P


É improvável que no meio de tanto código, não tenha nada externo, é impossível ele ser puro sangue, ainda mais se tratando da Microsoft, famosa por quebrar patentes, vai lá saber quantas patentes deve está implementadas no Word para que ele funcione? Muitas, até aquelas que são usadas oficialmente são inúmeras, basta por exemplo ir na caixa Sobre e ver o tanto de tecnologias internas que não são M$ funcionando apenas no Word.


Um programa que aparenta ser tão simples quanto o Word, na verdade, é um conjunto de inúmeros componentes e tecnologias "costurados" numa única peça. Ou seja, o que vc digita no word e salva em um arquivo *.doc, na verdade não é seu, pelo contrário, vc é o que menos tem e seja por grana ou por falta de qualidade, vc paga o peço desses royalties!


Será que a M$ é inocente? pode até ser, mas não acredito, já não é de hoje que a M$ rouba patentes alheiras, agora, é questão de tempo para a mesma fazer algum acordo milionário e se livrar de mais um processo. Não acho que o Word ficará a míngua como o Speedy, a M$ ainda não é tão incompetente como a Telefonica, pelo menos, eu acho que não :P

Se vc é paranoico, recomendo que use o Writer do OpenOffice, nós Brasileiros temos uma versão bem bacana do OpenOffice, o BROffice, que vc pode baixar clicando aqui. Alias, o Writer tem o VERO, verificador ortográfico 100% compativel com a Reforma ortográfica e é 100% open-source, ou seja, não tem nenhuma patente quebrada ou pirateada dentro dele, o que vc faz nele, é seu :P

0 comentários:

Postar um comentário

Politica de comentários:

O Casper Vox modera todos os comentários enviados, e reserva-se no direito de remover qualquer comentário que:

- Contiver spams;
- Que forem duplicados ou floods;
- Que não for relacionado com o assunto do post ou do blog;
- Com ofensas e palavras de baixo calão;
- Que apenas tiver pedidos ou links

Voce poderá postar seu comentário como Anônimo, mas recomendamos e incentivamos a vc usar usar sua conta do Google ou sua OpenID.

Seu email e seus dados serão mantido em sigilo. Leia nosso Termo de uso e a nossa Politica de privacidade para mais detalhes!

Nota: As opiniões deixadas pelos visitantes não refletem a opinião do Vox.